Aprenda Você Mesmo a Consertar Placas Eletrônicas

Em 1902, o engenheiro norte-americano Willis Carrier inventou o primeiro exemplo de condicionador de ar por processo mecânico. Na época objetivo principal do condicionamento do ar não era o seu resfriamento, mas retirar a umidade que prejudicava o trabalho na gráfica. Somente em 1924, que o ar condicionado passou a ser utilizado para resfriar escritórios nos Estados Unidos. Desde lá os aparelhos evoluíram muito, se tornaram menores, mais eficientes, silenciosos e deixaram de ser um artigo de luxo e passaram a ser um item quase que essencial em algumas cidades devido ao calor.

Mas não é somente em cidades quentes que os ares-condicionados fazem sucesso. Mesmo em cidades frias os aparelhos são procurados, já que a maioria também oferecem a função de aquecimento. O mercado brasileiro de ar-condicionado tem apresentado um crescimento de 8% ao ano e cada vez mais os aparelhos vêm sendo montados com uma grande quantidade de componentes eletrônicos, seguindo a modernização, trazendo mais recursos e confiabilidade.

A demanda do mercado exige por serviços especializados de instalação e manutenção de ar condicionado. Mas para a frustração de parte dos instaladores de ar condicionado, somente técnicos no ramo de refrigeração tem conhecimento mais avançado de eletrônica para efetuar o conserto de placas eletrônicas dos ares-condicionados modernos. Para não perder mais clientes por não saber resolver o problema, adquirir conhecimento em eletrônica e aprender a consertar placas eletrônicas e aumentar seu faturamento, é essencial fazer um Curso De Conserto De Placas De Ar Condicionado.

O Curso De Conserto De Placas De Ar Condicionado te dá a noção de eletrônica e dos principais componentes eletrônicos contidos nas placas eletrônicas para que você possa entender e reparar as placas quando necessário.

Os Principais Tipos De Condicionadores De Ar Utilizados

A modernização dos aparelhos de condicionamento do ar é constante. Com o tempo, a invenção de Carrier sofreu muitas melhorias ao longo dos anos, mas o princípio de ciclo de refrigeração e tratamento do ar continua sendo praticamente o mesmo. O funcionamento do aparelho de ar-condicionado é o mesmo que o de geladeiras e outros equipamentos refrigeradores e combina funções de ventilação, aquecimento, circulação, arrefecimento e filtragem do ar. O princípio é o mesmo, uma substância dentro do aparelho, em um sistema de mangueiras, capaz de absorver o calor do ar sugado do ambiente interno e resfria-lo.

O resfriamento do ar pode ser realizado de forma direta ou indireta. Na forma direta, o gás refrigerante, chamado R-22, uma substância líquida a base de cloro, flúor e carbono que percorre um circuito de serpentinas, condensadores e evaporadores é o responsável pelo resfriamento do ar. Na forma indireta, é a água que circula no sistema que é resfriada pelo gás é a responsável pelo resfriamento do ar.

O modelo de ar-condicionado de janela surgiu em 1970 e até hoje representa a opção mais barata. Esses aparelhos são compactos e instalados de forma embutida na parede.  A partir dos anos 2000, outro modelo ganhou popularidade, é o Split, que tem como principal característica o sistema separado em duas partes, a evaporadora que é instalada no interior e a condensadora que é instalada no exterior da residência. Isso permitiu a diminuição de ruídos.

O modelo Split é o mais procurado e instalado atualmente. Seus principais componentes são: as aletas, que são as peças que servem para direcionar o fluxo do ar pelo ambiente; a câmara de ventilação, que é responsável por resfriar os motores do ar-condicionado; o capacitor que auxilia na partida dos motores; o compressor que é a peça capaz de refrigerar o ambiente; o corpo accurator; o defletor de ar; o dreno, peça que retira a água e a umidade produzidas pelo aparelho.

Outros componentes são o filtro de ar, o filtro secador, a hélice, a mangueira, o motor aleta da evaporadora, o motor ventilador da condensadora, sensor de temperatura, a turbina, a válvula de serviço, a válvula de expansão e a placa eletrônica, componentes eletrônicos responsáveis por toda operação do ar-condicionado.

Existem também os modelos portáteis que podem ser utilizados em vários ambientes da casa e não possuem custo de instalação.

A Importância Do Curso De Conserto De Placas De Ar Condicionado

A placa eletrônica é a peça responsável por toda a operação do ar-condicionado. Entender como funciona a parte eletrônica, sua função e aprender a consertar placas eletrônicas é fundamental. Com o curso, o aluno terá a capacidade de analisar um circuito, localizar o componente eletrônico defeituoso e realizar a manutenção em placas eletrônicas.

Aprender os fundamentos da eletrônica básica, entender como as placas funcionam, os principais circuitos, fontes lineares e chaveadas, substituição das fontes, sensores, teste dos componentes. Conhecer os circuitos e componentes em detalhes, fará com que você não perca mais clientes por não saber consertar placas, e trará um aumento na renda, visto que o serviço especializado em ar-condicionado está em expansão.